Sobre virar a chata do role

10645027_749842621771277_289545827482386592_n

 

Descobri recentemente que eu virei a amiga chata.
A amiga que vê problema em tudo, que discorda bastante e não acha mais graça em várias piadas.
Eu virei a amiga que ficou TÃO chata, que as vezes não se contém e fica bem uns 20 minutos tentando explicar o porque aquilo ali ta errado.
Pra quase todo mundo é ser chata, pra mim é feminismo.
Todos os fucking dias eu escuto alguém me falar: ah mas pra você agora tudo é machismo…
E toda fucking vez eu respondo: mas é…e não é agora, sempre foi, eu só não sabia!
E quando eu digo que eu não sabia, é porque eu não sabia mesmo, e reproduzia machismo toda hora!
Eu era a menina mais ‘aceita’ pelos meninos, então eu me achava…um menino! Eu me via além das ‘mulheres’. Eu não era mulher. Eu odiava as mulheres! Eu podia apontar o dedo e chamar as mulheres de piranha e puta, e podia dizer que eram todas fúteis. Eu era menino né? Não.
Demorou pra eu entender que gostar de maquiagem e caipirinha de morango em vez de cerveja não é questão de gênero, e sim, de personalidade/gosto. O que te torna mulher é…exatamente, ser mulher!
E eu sou mulher. Também sou puta e piranha. Também sou fútil!
Eu faço parte do gênero que tem medo de sair de casa todo dia. E que se sente com raiva, triste e ameaçada toda vez que sai de casa sem um fone de ouvido. Eu faço parte do gênero que ganha menos, que acham que não é capaz! Nossa, se for ‘bonita’ (leia-se:estiver dentro dos padrões de beleza da sociedade, não que isso seja beleza mesmo), ai sim não é capaz mesmo! É burra! Se for modelo então, é um vegetal praticamente!
Eu faço parte do gênero que se gosta de sexo ou toma iniciativa é puta. E que se desentende com alguém do mesmo gênero é porque ‘mulher é um bicho ruim mesmo, não da pra ser amiga’.
Eu fui ensinada pra competir com as minhas amigas! E não pra conseguir um trampo melhor e ser uma melhor profissional, mas sim, pra chamar atenção dos meninos! Eu fui ensinada a me conter e me cuidar o tempo todo, pra assim, quem sabe, evitar um estupro.
É tanta coisa que da pra escrever 5 textos só pra explicar que, sim, sou mulher e sou fodida!
Mas dai eu comecei ler umas coisas, sobre igualdade e sororidade. Sobre emponderamento e desconstrução… E CARA, foi quase como se tivessem aberto minha cabeça com um machado e deixando meu cérebro respirar.
Eu, você e todo mundo, moramos em um mundo MACHISTA, onde homens e mulheres reproduzem MACHISMO, o tempo INTEIRINHO! Só que agora, a gente entende, a gente fala sobre isso, a gente vê que ta errado, e a gente vai ser CHATA PRA CARALHO!
Machismo não passará!

Pras migas/os que ainda não manjam muito do assunto e querem saber mais, eu indico um texto e um site aqui! Só clicar 🙂