Sobre matar o Instagram

360331ca7fe8e1a5bd5a06b9cf04ff78

OU vocês fecham o instagram ou cancelam a minha internet, porque não ta fácil viver assim não.
E se pra você ta de boa, você: a) não segue lindas b) tem uma auto estima boa. Eu sigo lindas e eu não tenho auto estima boa, então…
E eu to fazendo tudo errado sabe? To seguindo lindas do mundo (porque não bastava as da minha cidade, agora tenho que conviver com lindas world wide!) e to me comparando com cada uma delas…e vocês já devem imaginar a merda.
São horas deslizando a tela pra cima com o dedão em silencio e ocasionalmente falando um: nossa…
E assim, eu entendo que seria mais fácil deletar o insta e falar: de boa, não preciso ver lindas nunca mais. Mas não ia adiantar de nada sabe? Porque eu entendo que as lindas não tem culpa, a culpa é “minha”! Culpa de não gostar de mim mesma.
Foi tão fácil ao longo da vida gostar de pessoas idiotas e que não me mereciam, mas é tão difícil pensar: Pô, a San é maneira. Eu gosto dela.
Eu não gosto tanto assim da San! Eu penso o tempo todo em como a San podia ter um nariz menor e falar menos. Em como a San podia ser mais inteligente, menos alta, menos magra, mais magra, mais nova, mais velha, menos loira, menos…San.
E pode parecer que não, mas ter uma auto estima ruim afeta TODA a nossa vida! Nossos relacionamentos,nosso humor diariamente, nosso animo pra fazer as coisas…
A  culpa é da sociedade né? Da publicidade consumista imbecil. Do photoshop very crazy, da Victoria’s Secret, do cabelo da Jennifer Aniston, do Instagram… A culpa não é necessariamente minha (nossa), mas nada disso vai deixar de existir pra eu me sentir melhor comigo mesma.
E eu to ligada, vocês vão vir aqui falar: Mas San, você é bonita! E olha migos, eu agradeço muito, mas eu gostaria mais se vocês chegassem em mim e falassem: mina já passei por isso, fazer crochê me ajudou! (exemplo meramente ilustrativo).
Porque eu honestamente, eu quero gostar de mim. Quero me sentir bem sendo a San que tem o nariz assim (leia-se grande) e fala pra caralho. E principalmente quero não me comparar com cada ser humaninho que passa em frente ao meu globo ocular!!!
Esse texto é meio que um ‘migos me ajudem, ta foda’. Ouvir que você é daora é fácil, o foda é acreditar!

Advertisements